• Sândor Vasconcelos

10 praias incríveis

Essas praias ao redor do mundo têm aquele ingrediente especial que tornam a viagem inesquecível, seja pela beleza, seja pela curiosidade do local.

Importante dizer que não é um ranking, mas apenas uma seleção muito particular ;)


TULUM

Em Tulum, no México, ficam as praias mais bonitas que conheci. Tudo é encantador. A areia, finíssima, é absolutamente branca e contrasta com o mar de sei lá quantos tons de azul.


Não bastasse, as praias são cercadas por ruínas maias. A zona arqueológica de Tulum pode ser visitada. A combinação de história, natureza e tempero mexicano é imperdível.


BOULDERS BEACH

O fato curioso de Boulders Beach é que lá vive uma colônia de pinguins, então os visitantes dividem a areia e o banho de mar com os bichinhos. Alguns deixam chegar bem perto.


A simpática praia localiza-se em Simon’s Town, a cerca de uma hora da Cidade do Cabo, na África do Sul. A meia hora de Boulders Beach fica o famoso Cabo da Boa Esperança, outro lugar muito turístico da região.


MONKEY MIA

Esta praia fica na costa oeste da Austrália. Além da beleza, o grande barato é acompanhar a alimentação dos golfinhos (que vivem livres, não em cativeiro).


Geralmente, eles visitam a praia 3 vezes por dia. A primeira é mais concorrida e no máximo 5 golfinhos comem em cada vez, para não desestimular a caça e para manter seu estado selvagem.


ILHA DO CAMPECHE

Não poderia faltar uma praia brasileira nessa lista, né? E a Ilha do Campeche, em Florianópolis, tem dois fatores especiais para estar no ranking.


Primeiramente, é linda: areia branquinha e mar cristalino. E os moradores tornam a ilha bem curiosa: lá vivem alguns quatis, que não dão um minuto de paz aos visitantes. Se não ganham comida, tentam intimidar e, pior, avançam e tomam sacolas, bolsas, pacotes… Eu vi um que chegou a abrir um cooler de um turista pra roubar alimento.


No entanto, o visual do lugar é tão incrível que até os “ladrõezinhos” tornam-se engraçados. Visite!


DJÚPALÓNSSANDUR

A praia é tão curiosa quanto o nome. Localizada na Península Snæfellsnes, é formada por pedras e areia negras, que vêm da intensa atividade vulcânica da Islândia.


Antigamente, era uma vila de pescadores, mas hoje está desabitada. Ao caminhar pela praia de Djúpalónssandur dá pra observar várias esculturas de pedra. Só não rola tomar banho de mar, já que as correntes são bem perigosas.


NAZARÉ

Se você quer ver algumas das maiores ondas do mundo, o lugar é esta cidade portuguesa. Em 2017, o brasileiro Rodrigo Koxa surfou, na Praia do Norte, uma onda de 24,4 m e entrou para o Guinness.


Na mesma praia, a também brasileira Maya Gabeira estabeleceu, em 2020, o recorde mundial de maior onda surfada por uma mulher: 22,4 m.


O melhor ponto para se observar as ondas é o Forte de São Miguel Arcanjo, onde há uma estrutura turística com informações sobre as condições que formam as ondas gigantes (canhão da Nazaré), sobre os surfistas mais conhecidos que já atuaram ali, etc.


SKELETON COAST NAMÍBIA

Skeleton Coast é um parque nacional da Namíbia com cerca de 500 km de comprimento. O local é um deserto bastante hostil, mas o visual vale a pena.


Nas praias, chama a atenção a quantidade de navios naufragados. Há centenas de anos, as condições traiçoeiras da região significaram o fim da linha para dezenas de embarcações. Hoje consumidas pelo tempo, compõem a paisagem peculiar do parque.


MONKEY BEACH

A paradisíaca ilha de Phi Phi, na Tailândia, é uma das mais visitadas do mundo por turistas. Nas proximidades, um dos locais curiosos é Monkey Beach, habitada por um bando de macacos.


Assim que os turistas descem dos barcos, os bichinhos se aproximam para ver se rola uma boquinha livre. Como a orientação é não alimentá-los, então as simpáticas criaturas mudam de estratégia e ficam na espreita para tentar roubar algo. Seja comida, seja sua câmera fotográfica.


Monkey Beach, além dessa singularidade, tem uma beleza impressionante. A região toda, aliás, é incrível. Visita obrigatória numa viagem ao Sudeste Asiático.


BAÍA DE AMOUDI

Nessa baía localiza-se o pequeno porto de onde saem os passeios de barco pela fantástica ilha de Santorini. Uma das paradas bem curiosas é a caldeira do vulcão, onde as águas são quentes e têm um cheiro bem forte de enxofre.


Na volta dos passeios, a atração mais esperada é o pôr do sol, considerado um dos mais belos do mundo. Realmente, é impressionante.


Ali pela região é onde os visitantes tiram as clássicas fotos das construções brancas e azuis da vila de Oia, a mais conhecida da ilha.


SHELL BEACH

Nesta incrível praia no oeste da Austrália, em vez de areia há bilhões de pequenas conchas. Algumas partes (depósitos) chegam a ter 10 metros de profundidade.


A Shell Beach fica na região de Shark Bay, uma das mais selvagens do território australiano. No passado, as conchas eram compactadas e cortadas em tijolos na vizinha Denham, para serem usados em construções.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo