• Sândor Vasconcelos

Istambul - 5 dias

Atualizado: 9 de Set de 2018


Época da minha viagem: agosto de 2012

Precisa de visto? Para brasileiros, não

Algum outro documento? Vale a pena tomar a vacina para febre amarela e emitir o certificado internacional. Antes de qualquer viagem, confira aqui se o(s) país(es) de destinos exige(m) a vacina e leia aqui como emitir o certificado internacional

"Modo de usar" este roteiro: ele está exatamente como eu fiz. Sugiro conferir os horários (que costumam sofrer poucas alterações) e os valores (que podem mudar muito) nos links oficiais que coloquei e... boa viagem!


Dia 1

Mesquita Sultanahmet (Mesquita Azul)

Só é permitido visitar o interior vestindo calça comprida. Mulheres também podem entrar de vestido comprido ou com burca. Além das roupas longas, mulheres precisam cobrir a cabeça. Na entrada são fornecidos lenços, gratuitamente.

Quanto: entrada gratuita

Horários: 8h30-11h30 / 13h-14h30 / 15h30-16h45

Infos atualizadas aqui


Arasta Bazar

Rua de comércio atrás da Mesquita Azul.


Praça Sultanahmet

A praça é o antigo Hipódromo de Constantinopla (um dos muitos nomes que Istambul já teve). Lá ficam monumentos históricos, como os obeliscos de Teodósio e o Egípcio e as colunas Serpentina e de Constantino Porphyrogenetus.


Pequena Aya Sofya

Mesquita de dimensões bem reduzidas (se comparada com as principais), belíssima, com uma decoração clara, cheia de detalhes.

Quanto: entrada gratuita


Cisterna Yerebatan (Cisterna da Basílica)

São 336 colunas subterrâneas de mármore. Construída no ano 542 para abastecer a cidade caso o aqueduto fosse destruído. Existem até peixes no reservatório e o lugar é bem fresco. Destaque para as enigmáticas cabeças de medusa, uma delas de ponta-cabeça e a outra de lado, que tornam o local ainda mais intrigante.

Quanto: $ 20 liras (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-18h30 (verão) / 9h-17h30 (inverno)

Infos atualizadas aqui


Aya Sofya

Um dos cartões-postais de Istambul, já foi igreja e desde 1935 é museu. A decoração é de cair o queixo, com pinturas antigas, lustres gigantes que parecem flutuar em nossas cabeças, jarros e portais de mármore. Junto pode-se visitar o Mausoléu dos Sultões. .

Quanto: $ 40 liras (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-19h de 15 abril a 30 outubro / 9h-17h de 31 outubro a 14 de abril

Infos atualizadas aqui

Dia 2

Palácio Topkapi

Finalizado em 1478 por Mehmet, serviu de moradia de vários sultões, até se tornar museu em 1924. O palácio é enorme, o tour levou seis horas, isso porque passei por alguns lugares só para "cumprir tabela", sem ler as informações nas plaquinhas.

O local guarda relíquias como o cajado de Moisés, as barbas do profeta Maomé, os restos mortais de São João Batista e as muitas joias dos sultões que viveram no Topkapi. Esses objetos históricos fazem parte da crença turca, alguns duvidam, outros creem piamente.

No complexo fica o Harém (paga-se outra entrada) onde viviam as mulheres do sultão.

Quanto: $ 40 liras palácio / $ 25 liras harém (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-18h45 de 15 abril a 30 outubro - qua a seg / 9h-16h45 de 31 outubro a 14 de abril - qua a seg

Infos atualizadas aqui

Dia 3

Coluna Çemberlitas (Coluna Queimada)

Também conhecida como Coluna de Constantino, foi construída por ordem do imperador romano em 330 e comemora a declaração da cidade como nova capital do Império Romano.

Quanto: grátis


Universidade de Istambul

Passada rápida, não entrei no prédio, valeu pelo belo jardim. No espaço há a Torre Beyazit.

Quanto: grátis


Aqueduto de Valens

Patrimônio histórico turco, foi finalizado no ano 368 e era responsável por abastecer a cidade de Istambul. A parte que visitei fica colada no Parque Saraçhane.

Quanto: grátis


Grande Bazar

É uma loucura: cheio de gente, bancas de tecidos, muitos temperos coloridos, lojas de ouro. Não deixe de provar o damasco seco, é sensacional! Aproveite para trocar euros por liras, pois aqui é o melhor lugar. Outra dica: se não tiver interesse em algo, não entre na loja e não dê atenção ao vendedor, senão ele com certeza fará você levar alguma coisa ou, no mínimo, vai te segurar por um tempão.

Quanto: grátis

Horários: 8h30-19h seg a sáb

Infos atualizadas aqui

Dia 4

Torre Gálata

A pé, a partir do centro histórico, cruze a Nova Ponte Gálata (na parte de baixo há lojas e bares) até esse ponto icônico. Do topo a visão é impressionante, prepare a câmera.

Quanto: $ 20 liras (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-19h

Infos atualizadas aqui


Palácio Dolmabahçe

Siga pelo Estreito de Bósforo até o Palácio. Visitei apenas por fora, é bem bonito. Vale a pena entrar.

Quanto: $ 40 liras (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-16h / fecha seg e qui

Infos atualizadas aqui


Lado asiático

Siga a beira-mar até o porto de Besiktas e pegue um barco ($ 2 liras em 2013) até o lado asiático (sentido Uskudar). Não há muito o que fazer, então fiquei um pouco no parque e voltei ao lado europeu. No trajeto, destaque para a imponente Ponte do Bósforo, que liga os dois continentes, e para a simpática Kiz Kulesi, ou Torre da Donzela, que já serviu de farol e de pedágio para quem navegava pelo estreito.

Dia 5

Museu Arqueológico

Aqui é possível ver, por exemplo, o sino retirado da Torre Gálata, a cabeça da Coluna Serpentina ou um quadro explicativo sobre o funcionamento do Hipódromo. Também estão expostos múmias, estátuas, sarcófagos e tumbas que são verdadeiras obras-de-arte. Reserve pelo menos meio período.

Quanto: $ 20 liras (preço de 2018) - veja a conversão em Reais

Horários: 9h-19h verão / 9h-17h inverno / fecha seg

Infos atualizadas aqui

Dicas gerais

- Ao chegar, não troque muitos euros/dólares por liras turcas no aeroporto. O melhor lugar para troca é o Grande Bazar. Também não feche os passeios oferecidos. Sai muito mais caro do que fazer por conta. O roteiro está prontinho, logo acima :) - O melhor lugar para se hospedar é o bairro Sultanahmet, no centro antigo, perto de várias das atrações, bares e restaurantes. - Pretende visitar uma mesquita por dentro? Mulheres e homens devem usar calças compridas e elas devem cobrir a cabeça com um lenço. Nas duas que visitei os lenços eram emprestados na entrada. Aya Sofya é museu, não segue esta regra. - Se não estiver realmente interessado em comprar algo, não entre na loja e não dê atenção ao vendedor, senão ele com certeza fará você levar alguma coisa ou, no mínimo, vai te segurar por um tempão. - Por fim: quer puxar conversa com um turco? Mencione duas palavras: "Brasil" e "futebol".

24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Sobre mim

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com

Receba as novidades

Sândor Vasconcelos, jornalista profissional e turista amador. Resolvi juntar as duas coisas e criei o blog. Espero que os roteiros, dicas e sugestões sirvam de inspiração para muitas viagens.