• Sândor Vasconcelos

Santa Catarina: rota da cerveja - 4 dias

Atualizado: 9 de Set de 2018


Época da minha viagem: fevereiro de 2016

"Modo de usar" este roteiro: ele está exatamente como eu fiz. Sugiro conferir os horários (que costumam sofrer poucas alterações) e os valores (que podem mudar muito) nos links oficiais que coloquei e... boa viagem!


Uma das boas atrações quando se visita a região de Blumenau, em Santa Catarina, é degustar as ótimas cervejas produzidas por lá. Visitei alguns bares de cervejarias em Blumenau, Pomerode e Joinville. A seguir, conto um pouquinho sobre cada experiência.


Dias 1 e 2

Blumenau

A cidade oferece muitas opções turísticas, culturais, históricas e ligadas à natureza. Fiquei dois dias e meio e visitei a maior parte delas. A região em torno da Prefeitura concentra a maior parte dessas atrações, principalmente museus relacionados à colonização. São bem interessantes e baratas. Tem até um Cemitério de Gatos, atrás do Museu da Família Colonial. Uma das paradas nas proximidades, na Praça Hercílio Luz, é o Museu da Cerveja (9h-17h seg a sex / 10h-16h sáb, dom e feriados). A entrada é gratuita e a visita é muito rápida. Exibem um filme curto sobre a história da cerveja na cidade e há um acervo com materiais antigos, fotos, equipamentos e explicação sobre o processo de produção da bebida. Vale dar uma passada. À noite, um ótimo programa é jantar no Parque Vila Germânica, onde ocorre a tradicional Oktoberfest. Lá há algumas opções de bares que oferecem uma variedade enorme de marcas de cervejas nacionais e internacionais. Dentre as locais, o destaque fica por conta da Eisenbahn. Vale muito a pena visitar o bar da fábrica (Rua Bahia, 5181) e aproveitar os ótimos preços. Eles também vendem os produtos na loja que fica junto ao bar. Vejas os horários aqui.

Dia 3

Pomerode

A “cidade mais alemã do Brasil” é bem pequena, muito bonitinha e os principais pontos turísticos podem ser visitados em um ou dois dias, dependendo do ritmo. Lá, fui ao bar de fábrica da cervejaria Schornstein (Rua Hermann Weege , 60), chamado Schornstein Kneipe (veja horários e contatos aqui). O atendimento deixou um pouco a desejar e, além disso, pedi dois pratos que constavam no cardápio, mas estavam em falta. Na terceira tentativa, consegui algo para comer (por ser vegetariano, é sempre mais difícil) e pedi o menu degustação das boas cervejas da casa, com destaque para a Imperial Stout. Além do bar da fábrica catarinense, há outro na cidade paulista de Holambra (região de Campinas), na Rua Rota dos Imigrantes, 2301. Horários e contatos aqui.

Dia 4

Joinville

Aqui a estadia foi bem rápida, mas tive tempo para passar um tempo agradável no ótimo bar da Cervejaria Opa, no térreo do Shopping Müeller. Não é um bar de fábrica, mas os preços são muito bons e eles têm umas comidinhas bem legais. Junto ao bar há uma loja bem completa, com as cervejas e objetos ligados ao tema. Uma dica é se hospedar no Hotel Bourbon, anexo ao shopping. Há uma passagem direta entre os edifícios. Ou seja, se abusar da bebida, nem táxi precisa chamar.

28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Sobre mim

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com

Receba as novidades

Sândor Vasconcelos, jornalista profissional e turista amador. Resolvi juntar as duas coisas e criei o blog. Espero que os roteiros, dicas e sugestões sirvam de inspiração para muitas viagens.