• Sândor Vasconcelos

Sete Povos das Missões (RS) - 2 dias


Apresentação: Sete Povos das Missões é o nome dado aos sete aldeamentos indígenas fundados pelos jesuítas espanhóis na região noroeste do Rio Grande do Sul, quase na divisa com a Argentina. É composto pelas reduções de São Francisco de Borja, São Nicolau, São Miguel, São Lourenço Mártir, São João Batista, São Luiz Gonzaga e Santo Ângelo. A viagem à região é uma verdadeira aula de História, ilustrada com paisagens incríveis.

Época da minha viagem: março de 2019

Como ir: partindo de São Paulo, a melhor alternativa é ir de avião até Porto Alegre e lá alugar um carro para seguir viagem até a cidade base, que no meu caso foi Santo Ângelo (435 km)

"Modo de usar" este roteiro: ele está exatamente como eu fiz. Sugiro conferir os horários (que costumam sofrer poucas alterações) e os valores (que podem mudar muito) nos links oficiais que coloquei e... boa viagem!

Dia 1

São Nicolau

Sítio histórico principal de São Nicolau

Foi a primeira missão (ou redução) jesuítica da Companhia de Jesus. Foi fundada em 1626 e refundada em 1687. As ruínas ficam no meio da cidade e a visita pode ser feita a qualquer hora.

Visite a Casa de Pedra, pequeno imóvel em frente ao sítio histórico principal, e o Sobrado da Família Silva, casa de 1903 que pertenceu a Inocêncio Silva, coronel da Guarda Nacional. É possível entrar para apreciar a arquitetura. O espaço foi sede de reuniões que culminaram com a Coluna Prestes.

Quanto: grátis


Ruínas São Lourenço Mártir

Ficam a 90 km de São Nicolau, sendo 6 km de estrada de terra. Na entrada, há exposição de peças encontradas nas escavações e dados sobre a rotina da comunidade. O lugar é bem bonito e bucólico, com várias ovelhas pastando perto das ruínas.

Quanto: entrada gratuita

Horário: 7h-19h / 8h-20h (horário de verão)


São Miguel das Missões

Está a 23 km de São Lourenço Mártir. Faz parte da lista dos Patrimônios Históricos e Culturais da Humanidade – o único local do Sul do Brasil com essa distinção. É a mais bem conservada redução entre todas dos Sete Povos. A visita inclui o Museu das Missões, projetado por Lúcio Costa. À noite, o espetáculo Som e Luz (ingresso à parte) narra acontecimentos da época em que jesuítas e guaranis participaram de batalhas sangrentas contra portugueses e espanhóis. No intervalo entre o fechamento das ruínas e o início do Soim e Luz vale dar uma corrida até o Parque Fonte Missioneira, que fica bem próximo.

Quanto: Sítio São Miguel Arcanjo - R$ 14 / gratuito segundas-feiras • Espetáculo Som e Luz - R$ 25 (preços de 2019)

Horário: 13h30-18h seg / 9h-12h e 13h30-18h ter a dom • Espetáculo Som e Luz - 20h mar a out / 20h30 nov a fev

Infos atualizadas aqui

Dia 2

Santo Ângelo

Foi a cidade que escolhi como base. Na parte da manhã dá pra visitar a Catedral Angelopolitana, erguida em 1929 e feita em arenito, no estilo barroco missioneiro, além do Museu Municipal (entrada gratuita, de ter a dom: 9h-12h e 14h-17h), que é bem pequeno e informativo.


São João Batista

Esse sítio arqueológico fica a 30 km de Santo Ângelo. As ruínas são bem simples, não tem muita coisa. Foi a primeira a ter fundição de metal.

Quanto: entrada gratuita

Horário: 7h-19h / 8h-20h horário de verão


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo